Doutrina da Salvação – A Regeneração

Salvação é um termo inclusivo, que abrange dentro de seu escopo – sua visão, muitos aspectos. Por exemplo, há salvação do passado, no presente e para o futuro; ou seja, salvação da penalidade, do poder e da presença do pecado. Há a salvação do espírito na regeneração, da alma na santificação, e do corpo na glorificação. Incluídas nesses diversos aspectos encontram-se as doutrinas que, em conjunto, constituem o que na teologia se chama de soteriologia. Nós chamamo-las de doutrinas da salvação.

A) A Regeneração

É evidente que as Escrituras se referem a uma grande transformação operada em todos aqueles que se tornam cristãos. Essa transformação é inseparável do arrependimento para com Deus e da fé com nosso Senhor Jesus Cristo. Eis a razão porque a Regeneração é apresentada em tão íntima conexão com o Arrependimento e a Fé.

“Visto que Deus é uma Trindade, e que o Pai e o Filho desempenham papel tão saliente na redenção do homem, é muito racional inferir que o Espírito Santo também tem participação nessa obra benéfica. Depois que a Expiação foi realizada pelo Logos encarnado e que Ele ascendeu para a mão direita de Deus, a justiça foi satisfeita e o governo de Deus foi vindicado em retidão e, portanto, todos os obstáculos foram removidos a fim de que a graça de Deus pudesse ser livremente derramada sobre o homem, visando à sua recuperação. Era justamente em tal conjuntura que se tornava necessário algo, antes que nosso Redentor, em Sua Pessoa glorificada e teantrópica, pudesse entrar em contato vital com o homem pecaminoso. Visto que o espírito do homem é o centro de seu ser ético, e uma vez que a salvação é, principalmente, transação ética, segue-se que o homem precisa ser espiritualmente despertado e iluminado a fim de poder receber e aprender as coisas pertencentes a Cristo e aceitá-lO pela fé. Nesta conjuntura, pois, é que se verifica a operação necessária do Espírito Santo, para a criação da nova vida. Assim sendo, percebe-se que Deus, ao traçar um plano para a recuperação moral e física do homem, estabeleceu contato vital em cada ponto sucessivo. Não há lacunas, na obra da graça, redentora, desde o princípio até o fim. Tudo foi vitalizado; tudo é orgânico.” – Keyser.

Sua Importância.

1. Relação Estratégica com a Família de Deus.

Jo. 1.12 – “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber: aos que crêem no seu nome.”

O acesso à família de Deus consegue-se da mesma forma pela qual é obtido acesso às famílias humanas, a saber, por geração ou nascimento. Em um caso e no outro, tem de haver comunicação de vida e natureza. No caso dos filhos de Deus, trata-se da comunicação da vida eterna e da natureza divina.

2. Relação estratégica com o Reino de Deus.

Jo. 3.3-5 – “A isto respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez? Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo: Quem não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.”

A regeneração ou novo nascimento é a porta de entrada ao reino de Deus. Para quem não tiver essa experiência, a porta há-de permanecer inevitavelmente cerrada, e o homem inexoravelmente separado de Deus.

Cristo salientou a importância dessa doutrina, nas palavras que usou em Sua notável entrevista com Nicodemos. Cada vez que Ele declarou a condição, empregou a expressão enfática: “Em verdade, em verdade.” Desse modo, Jesus mostrou que o novo nascimento não é questão facultativa e sim absolutamente obrigatória.

Declaração Doutrinária – A regeneração é importantíssima. Determina a linha de separação entre a vida eterna e a morte eterna, entre filiação eterna e a separação eterna.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: